Cachorro filhote em casa? Não deixe de ler esse texto

Ter um cachorro filhote em casa é uma delícia, mas também uma enorme responsabilidade! Isso porque é justamente nessa fase que eles precisam aprender aquelas habilidades tão necessárias para conviver em harmonia com toda a família.

Apesar de ser um desafio, ver o cachorro filhote socializando e  se integrando à rotina da casa é também muito gratificante. Pensando nisso, separamos algumas dicas que vão tornar essa adaptação muito mais fácil. Acompanhe a leitura!

4 dicas de ouro para quem tem cachorro filhote em casa

1. Estabeleça regras para a alimentação

Quanto mais cedo você estabelecer regras de manejo alimentar para o cachorro filhote, mais facilmente ele se acostumará com elas. O ideal é oferecer somente a quantidade de ração prescrita pelo médico veterinário e estabelecer horários fixos para as refeições.

O hábito de deixar a comida sempre disponível, além de pouco higiênico, já que favorece a proliferação de bactérias que podem fazer mal para o cachorro filhote, também aumenta as chances de obesidade, que provoca sérios problemas de saúde no animal.

Para que o cachorro filhote se acostume facilmente, ofereça a comida e espere alguns segundos. Se ele não comer, retire o pote e só volte a oferecer na próxima refeição. Caso ele coma a ração parcialmente, retire o excedente e, na próxima vez, só ofereça o recomendado pelo veterinário, sem extras ou compensações.

2. Não negligencie a socialização

Um dos aspectos mais importantes na criação de um cachorro filhote é a socialização. Quando não socializado ou socializado inadequadamente, o cão não desenvolve a capacidade de interagir com outros animais e pessoas e pode ficar excitado, ansioso ou inseguro sempre que for exposto a essas situações.

Por isso, é fundamental que ele tenha experiências positivas com lugares, animais e pessoas novas com a maior frequência possível. É dessa maneira que ele vai compreender a interação como algo positivo e não vai se sentir amedrontado sempre que isso acontecer.

3. Reserve um espaço só para ele

Ainda que a tentação seja grande de manter o cachorro filhote sempre pertinho, é importante que nesse primeiro momento ele não durma na sua cama e tenha um espaço só para ele.

Por isso, compre uma caminha ou casinha confortável para que o cachorro possa descansar e entender como um espaço só dele. Coloque um brinquedo macio e estimule-o a ficar por lá para desenvolver sua independência.

Além disso, sempre que você não estiver por perto ou não puder dar total atenção ao cachorro filhote, deixe-o em um espaço demarcado com água, brinquedos, a caminha e o tapete higiênico.

Isso evita que ele acabe destruindo objetos com os dentes em crescimento, sofra algum acidente ou mesmo faça as necessidades fora do local determinado.

4. Ensine-o a usar o tapete higiênico

Por falar nisso, ensine o cachorro filhote a usar o tapete higiênico o quanto antes. Para garantir um processo mais rápido, o primeiro passo é escolher bem o local onde você vai instalá-lo.

Coloque o tapete higiênico longe da comida e da água do animal e, se possível, em um local onde haja pouca movimentação de pessoas. Leve-o sempre que possível até o local certo e, sempre que ele fizer suas necessidades lá e não pela casa, recompense o bom comportamento com um petisco ou ração.

Como você pode ver, alguns cuidados simples podem fazer toda a diferença na adaptação do cachorro filhote ao novo lar. Com disciplina, carinho e muita atenção, em pouco tempo ele estará ambientado e será um grande companheiro para toda a família!

Gostou de saber um pouco mais sobre os cuidados que você deve ter com um cachorro filhote? Então não se esqueça de compartilhar o texto em suas redes sociais para que mais pessoas possam conhecer essas dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *